terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Almas-gémeas

Afinal o que são almas-gémeas? E, estando descortinado este tão grande mistério, será que se deveriam chamar mesmo almas-gémeas?

Bem começando pelo termo gémeos, gémeos são dois ou mais irmãos que nascem da mesma gestação, sendo esta por isso mesmo múltipla. Estes podem ser idênticos ou não, dependendo das, chamemos-lhes, condições da gestação. Mas isso já não é para aqui chamado, mas se alguém estiver extramente interessado, avise. Continuando, o que se diz por aí e que os gémeos se entendem como ninguém, percebem-se mutuamente quase na totalidade e outras tantas mais coisas bonitas. Não sou totalmente dessa opinião, acho claramente que cada pessoa é única e por mais gémeos que sejam, se crescerem separados isso não acontece, por isso esse entendimento mútuo para mim resulta apenas da cumplicidade de crescerem sempre juntos, mas isso também não é bla bla para aqui. So..go on..Basicamente gémeos são iguais ou pelo menos muito parecidos.

Agora a alma. Bem a alma é se calhar uma invenção humana. Cada um acredita no que quiser. Mas neste caso alma estaria apenas a significar uma pessoa.

Assim, uma alma-gémea seria uma pessoa, que não sendo nosso gémeo(a), compreendería-nos como ninguém, conseguiria (quase) ler os nosso pensamentos e estaríamos sempre digamos que sintonizados. O nosso eu na versão sexo oposto. Claro que isto é uma versão bastante optimista para além de ser muito pouco descritiva de toda a complexidade da realidade.

Falando de realidade, a verdade é que já encontrei pessoas muito semelhantes a mim com quem pura e simplesmente não me sinto ligado e pessoas que são o oposto de mim que sinto que me completam. E que me compreendem apesar das diferenças. As almas-gémeas são tudo uma para a outra. E se a minha alma-gémea for o oposto de mim? E se o mundo for feito para encaixar como peças de puzzle ou mesmo lego? As peças encaixam com a oposta. Ou pelo menos na posição oposta. E também a natureza é assim, o que automaticamente nos inclui também. Afinal o sexo é ou não uma "junção" de opostos?

Sim, é verdade que aquela pessoa pode ser mesmo uma alma-gémea nossa. Mas maior verdade é que a maior parte das vezes isso não acontece. Então porquê o termo alma-gémea?

Eu não quero uma, só quero pessoas que me completem, ou que pelo menos me façam sentir completo nem que por breves momentinhos. Porque é isso que tudo é..Momentos.

Já agora porque é que uma maçã é uma maçã? E chocolate é chocolate? E eu me chamo assim? E sexo é sexo? E porque não poderiam todas as palavras ser outra coisa qualquer?

Dúvidas existenciais..Porque a resposta é óbvia. Alguém lhes chamou isso e foi assim que ficou. Será mesmo assim tão simples e óbvio?

6 comentários:

Martina disse...


As almas gémeas são o nosso oposto, I belive so (a)

Gostei do texto, e simplificando tudo isto.. o meu store de filosofia diz que desde que haja sujeito e objecto tudo têm conhecimento, portanto... é preciso muitas questões existenciais para tal acontecer :p lol

I'll be back ..
Beijocas ^^

Miss Glitering disse...

é muito mais complexo... escrevi um texto sobre este assunto há uns dias (semanas) no meu blogue... o contexto é ligeiramente diferente, mas a conclusão é extensível a tantos, como nós.

Gostei do teu blogue.

Beijinhos

Glitt

santiago. disse...

Martina: podem não ser totalmente o oposto mas iguais não são de certeza =P

a minha vida são só dúvidas existenciais eheh

santiago. disse...

Miss Glitering: obrigado pela visita e vou ler o teu blog então =)

Martinha disse...

gostei muito do texto :)
almas-gémeas? se as há não sei, mas eu sinto que encontrei a minha... *

santiago. disse...

Martinha: thanks=)