terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Music/Life

Preciso de parar. Parar e escutar. Preciso de escutar aquela música que nos faz esquecer que o mundo lá fora existe. Aquela que ouviamos tantas vezes que quase deixavamos de lhe dar a importância e o valor que realmente tem, e que agora depois de um tempo sem a ouvirmos nos faz sentir outra vez vivos.
Aquela música que nos fazia fazer todas as figuras possíveis no meio da rua.

Mas preciso sobretudo de relaxar. Sentar-me num banco à beira rio e ficar ali horas sem conta. Como se o tempo parasse. A observar as pessoas que no seu fundo invejavam-me por poder estar ali. Que no fundo, o que todos qeremos é os nossos momentos de paz. A paz de espírito.

Por outra lado, no entanto, a revolta também faz um bocadinho de falta. Então se esta for sinónimo de loucura e alegria intensa, venha ela.

Mas, ainda mais que tudo, faz-me falta ouvir música pela mais simples e, de certa maneira revoltante, razão de todas. Se tivesse tempo para poder dedicar umas belas horinhas a tratar do aparelho auditivo, era sinal que tinha tempo para muitas mais coisas. Infelizmente, nestas épocas parece que o estudo ocupa quase tudo.


O que eu queria mesmo era umas férias. Dias que se confundem com as noites. Ter tanto tempo para tudo que nem se sabe o que se tem para fazer. Estar simplesmente com os amigos. Começar numa esplanada e deixar que o tempo corra sem sequer dar-mos por isso. Já é amanhã?!?!

Queria ter tempo para me dedicar à vida. À minha. À daqueles que aprecio. Queria...
Preciso das minhas coisas, dos meus momentos, de me dedicar! Preciso de deixar esta coisa a que hoje em dia decidiram chamar vida. E que para mim nunca teve esse significado. Vida deveria ser, como a própria palavra indica, sinónimo de viver. E viver, para mim, significa dedicar-me a muito mais que estudos, trabalhos e etcs. Claro que de vez em quando se arranja tempo para viver. E bem! Mas... Faz-me falta.
Dá-me lá a mão, liga o iPod no máximo e vamos passear por aí, junto ao rio. Como se só existissemos nós. Eu..e a vida.

Só por curiosidade, ficam aqui algumas das músicas que têm passado pelos meus ouvidos nos úlitmos tempos.

6 comentários:

Lita disse...

Como eu te entendo....

santiago. disse...

Lita: haja alguém que me compreenda;)

Ana disse...

Gostei do teu texto :)

Porque também me apetecia agora ir até ao cais de gaia, aqui tão perto e ao mesmo tempo tão longe, sentar-me na relva e desfrutar de um momento sozinha e de paz, apenas com a minha musiquinha e a olhar sei lá bem para onde, talvez para o ondular do Douro talvez para os barcos que passam, ou até mesmo para as pessoas que passeiam do outro lado do rio, mas se calhar talvez nem desse conta de nada porque já estaria perdida em pensamentos!

Mas era onde me apetecia estar agora!

Boa playlist =) só lhe acrescentava mais algumas músicas!

santiago. disse...

Ana: Thanks=)

Hum que inveja que me estás a fazer..cais de Gaia..huummm =)Que grande imagem!

Sente-te à vontade para dares sugestões musicais;) eu também acrescentava algumas, talvez tirasse outras..Gosto de ir ouvindo um bocadinho de tudo e nunca o mesmo.

Ana disse...

Oh não era para fazer inveja ;)
Mas é um dos sitios que eu mais gosto aqui do Porto!

Para essa playlist ser perfeita, na minha opinião, acrescentava-lhe mais músicas dos coldplay não só as novas que são espectaculares, na minha opinião, mas também algumas de albuns anteriores que também valem muito a pena, depois também radiohead sem dúvida e depois mais uma ou outra música de outras bandas, por exemplo: Supermassive Black Hole, Time Is Running Out, Starlight dos Muse; through glass, Wicked Game, Zzyzx Rd dos Stone Sour; In The Dark do Dj Tiesto; Baby When The Light, Just a Little More Love, Tomorrow Can Wait e Everytime We Touch de David Guetta; roads de Portishead; Drive, Love Hurts dos Incubus; Stop Crying Your Heart Out, Don't Go Away dos Oasis; In the Waiting Line dos zero 7; tantas que podia estar aqui a enumerar, isto a nível internacional, porque a nivel nacional gosto de Clã, Da Weasel e David Fonseca, também tenho ouvido nos últimos tempos Rita Redshoes...

Mas isto seria a minha playlist perfeita e provávelmente não a tua =)

santiago. disse...

Ana: e quem sabe noutras alturas pode também ser a minha ;)